OMEGA SISTEMAS
teletronix
Brandão
Guarda-vidas

Guarda-vidas, sinônimo de dedicação e amor ao próximo

Sempre a postos para garantir a segurança dos banhistas, os guarda-vidas têm a missão de proteger e salvar enquanto a população está aproveitando a temporada para descansar.

28/12/2019 09h41
Por: Redação
Fonte: Polícia Militar
533
Foto: Polícia Militar
Foto: Polícia Militar

Sol, areia e mar. Enquanto muitos veem lazer, outros estão com o olhar atento a cada passo e a cada braçada. Sempre a postos para garantir a segurança dos banhistas, os guarda-vidas têm a missão de proteger e salvar enquanto a população está aproveitando a temporada para descansar. É o verdadeiro amor ao próximo. No dia 28 de dezembro é comemorado o dia destes bombeiros, os responsáveis pela tranquilidade dos banhistas. Os “olhos de águia” são as ferramentas mais utilizadas por eles, que mal piscam e praticamente não “desgrudam” dos banhistas.

“Água no umbigo, sinal de perigo”, lembram constantemente. Se uma pessoa ultrapassa o limite da segurança, ela é alertada no mesmo instante. Além de salvaguardar vidas, uma das principais funções dos guarda-vidas é conscientizar os veranistas sobre os perigos na água a fim de evitar que os afogamentos aconteçam, ou seja, o trabalho começa muito antes de um acidente. 

O sargento Alessandro Pereira dos Santos se encantou pela profissão de guarda-vidas quando ainda era criança. Junto com a família, ele costumava passar as temporadas de verão em Matinhos, no litoral do Paraná. “De todas as atividades de bombeiro militar, a mais gratificante é a de guarda-vidas, porque existe a possibilidade de estabelecer um contato direto com as pessoas e evitar que tragédias aconteçam”, emocionado, conta o sargento ao lembrar do motivo que o  fez escolher a profissão para a sua vida.

Além das bandeiras e dos “olhos de águia”, um dos itens usados pelos guarda-vidas diariamente é o apito. “Quando a praia está cheia, cada um de nós chega a fazer de 30 a 40 orientações em um dia e até 15 advertências por perigo iminente”, afirmou o sargento Aylton Souza Silva, que já atua no litoral há 29 anos e considera este tipo de alerta muito importante para salvar vidas.

“O ano que eu não venho é um ano que não passa, parece que tem 24 meses. Me sinto muito honrado por poder fazer um trabalho que pode evitar tragédias e possibilita que famílias se mantenham felizes”, disse o sargento ao lembrar de quantas vidas  salvou durante a carreira. Anualmente, ele se desloca da cidade de Paranavaí, na região norte do Paraná, para trabalhar como guarda-vidas no litoral do estado durante a alta temporada. “É gratificante”, completou.

O comandante do 8º Grupamento do Corpo de Bombeiros, major Jonas Emmanuel Benghi Pinto, acredita que o guarda-vidas é um profissional que se dedica às orientações preventivas e arrisca sua vida durante os salvamentos. No entanto, para ele, mesmo com todo este empenho os afogamentos só vão deixar de acontecer nas praias quando a sociedade estiver consciente dos perigos do mar. “O próprio cidadão tem que se preocupar em procurar um local que seja protegido pelo guarda-vidas para se divertir com a família e ficar seguro”, destacou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Pérola - PR
Atualizado às 07h15
23°
Muitas nuvens Máxima: 31° - Mínima: 22°
23°

Sensação

24.9 km/h

Vento

71.3%

Umidade

Fonte: Climatempo
Rádio
Pérola
Municípios
A Rádio
Últimas notícias
Mais lidas